Share Voto Rápido

Poll link

500 px
350 px
250 px
Pré-visualizar

- pré-visualizar

Largura - pixeis; Altura - pixeis

Fechar pré-visualização
! Você está usando um navegador que não é compatível A sua versão do navegador não está otimizada para a Toluna, recomendamos que você instale a versão mais recente Atualizar
A nossa Política de Privacidade rege a sua participação no nosso Painel de Influenciadores, que você pode acessar aqui. O nosso website usa cookies. Como no mundo offline, cookies tornam qualquer situação melhor. Para aprender mais sobre os cookies que são usados no nosso website, verifique a nossa Política de Cookies.

estrambolico

  10 meses atrás

Abaixo a qualquer forma de discriminação, seja ela qual for: raça, gênero, orientação sexual, nacionalidade, religião, situação social, etc...
Fechado

Cada um de nós tem sua própria verdade e é nosso direito, como também é um direito a ser respeitado dentro da sociedade!

New Hope é uma pequena cidade com pouco mais de 600 habitantes no interior do Texas, estado conhecido por seu forte conservadorismo. E é de lá que saiu a primeira prefeita trans sexual do estado.

Jess Herbst, 58 anos, é casada e tem duas filhas. Até dois anos atrás, atendia pelo nome de Jeff, quando resolveu fazer a transição.

“Com o apoio de minha esposa, filhas e genro, comecei a terapia de reposição hormonal (TRH)”, contou em uma carta aberta à população.

Jess, que acabou sendo indicada para o cargo após o prefeito que venceu falecer dias antes da posse, disse que até o momento não sofreu nenhum tipo de oposição ou ataque por sua condição.

Apesar disso, o Texas está longe de ser um lugar seguro para a comunidade transgênero. De acordo com a União Americana de Liberdades Civis do Texas, é legal discriminar pessoas por sua identidade de gênero ou orientação sexual no estado.

Mais de 90% dos texanos transgêneros afirmam terem sofrido assédio moral no trabalho, por exemplo.

Mas Jess está lutando para mudar esta realidade. Uma das suas brigas é com relação ao direito de transgêneros poderem usar o banheiro público que condiz com seu novo sexo, e não com o sexo que eles foram designados no nascimento.

Segundo a prefeita, a aceitação tem sido positiva até agora. À Jess, um ótimo mandato, com muita transparência, honestidade e respeito aos seus eleitores! As ações corretas valem mais do que palavras ao vento!

Boa noite, galera!

Fonte de consulta: Hypeness
Responder

R.C

  10 meses atrás
Muito interessante
0 comentários

ɱα૨ƭαℓµƶ

  10 meses atrás
Legal, quem somos nós para discriminar alguém. Bjs, ótima quarta-feira.
1 comentários

cacaia

  10 meses atrás
todas
1 comentários

clelia541

  10 meses atrás
Sou contra a qualquer discriminacao
1 comentários

mariaclara903

  10 meses atrás
adorei saber!
1 comentários

Copiado para a área de transferência

Você está quase lá

Para poder criar conteúdo na comunidade

Verifique o seu e-mail / reenviar
Não, obrigado! Estou apenas olhando

OK
Cancelar
Lamentavelmente, desativamos a funcionalidade de login com Facebook. Por favor, digite seu e-mail do Facebook para receber um link de criação de senha.
Por favor, insira dados válidos para Email
Cancelar
Processando...
Se você incluir uma foto, seu perfil fica mais legal.
Carregar